prazersecreto

prazersecreto
muito prazer

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

sufoco a 4

Óla A muito tempo não escrevo mas vou contar o que aconteceu comigo no mês passado.
Sou um pouco marrento e por ser prof de jiu-jitsu acabo sendo um pouco bad boy. Eu trabalho de segurança também e acabo conhecendo todo o tipo de pessoas, mês passado fui convidado a fazer segurança de uma festa elegante em jardim camburi aqui em Vitoria, festa com muita mulher linda, mas tinha que ser proficional, recebi muita cantada e levei ña sportiva , mas infelizmente não sou de ferro, a dona da festa uma mulher de 45 anos não tem corpo de menina mas conserteza Deixa muitas no chinelo.
Bom a festa rolando e seu marido que tem uns 56 anos bebendo muito, de vez em quando vinha bater papo, dizia que tava fazendo um bom trabalho e tal, sua Esposa só olhava e me deixava com tesão, pois ela uma morena com vestido longo e justo, mostrava que estava em plena forma e sua cara de safada me deixava louco, mas disfarçava e mantinha a linha. Já eram 2h da manhã as pessoas indo embora ela se aproxima pela primeira vez e pergunta.
Vc tem que ficar até que horas?
Meu horario acaba de encerrar!
Se te der um pouco mais Vc Fica mais uma hora?
Já estou aqui mesmo! Fico sim.
Ela então olhou-me e saiu.
Achei meio estranho pois a festa estava por esvaziar rapido, mas Apenas mantive a postos.
Bom deu 2:30 só aviam os donos da festa e duas amigas ajudando a recolher as coisas.
Como a festa era ña cobertura do casal nem liguei muito pró dimdim, pois proporcionava uma vista linda para o mar que recompensava de certo qualquer trabalho.
O dono da festa que chamarei de gilmar veio em minha direção e falou.
Minha Esposa combinou com Vc?
Sim!
Então eu vou descer e já volto, Pode ficar mais a vontade que quando subir trago o que Vc merece.
Pois não.
Eu então abri a gravata e tirei o blazer. E vi quando as amigas entraram em um cômodo e a clara(nome fictício) veio em minha direção.
Vc Pode me ajudar?
Sim!
Quero por aquela mesa pró canto e não consigo.
Ela seguiu em frente e eu fui atrás, só aí pude realmente vislumbrar o que era aquilo.
Ela tinha quadris largos bunda grande e durinha, e deu pra perceber que sua calcinha era pequena e que aquela bunda a engolia, seus seios médios sem sutiã mostravam uma mulher maravilhosa.
A ajudei e quando me Virei para sair ele me pegou pela mão.
Vem cá um instante.
Fiquei meio sem ação e fui sendo conduzido.
Nunca tinha perdido a noção daquele jeito, mas só me recompuz quando notei que ela me aviã levado para um cômodo um pouco apertado.
Hei! O que está fazendo? Perguntei.
Fiquei tarada em Vc a noite toda, e não podia deixar passar a chance.
Perai seu marido vai voltar e vai dar merda!
Relaxa, do jeito que tã o gilmar tã desmaiado ña cama.
E suas amigas?
Elas tão se Curtindo tbm.
E me agarrou e beijou.
Não tive reação, um negro de 1.78m 90kg sendo imobilizado por uma gostosa de seus 1.60m.
Retribui seu beijo e fui percorrendo seu corpo, mas ela era Ainda mais safada, retirou minha roupá e as calças eram só um detalhe logo me vi só de box vermelha, e ela já de joelhos esfregando meu pau. Eu fui a marte e voltei quando senti sua lingua percorrer meu mastro como uma criança saboreia um pirulito, ela sabia o que estava fazendo, e o fazia muito bem , lambia, chupava , sugava, mordia, a tara daquela mulher estava estampada em seu olhar e movimentos, eu já cheio de tesão esqueci de onde estava e me entreguei a luxuria. A peguei pelos cabelos e a levantei, deu um beijo quente e malicioso, passai a tomar a redia da situação, e pegava com força e ela tentando dar ña mesma medida que recebia tbm usava de fúria e prazer, retirei seu vestido a deixando com aquela tanguinha preta enterrada no rabo, passai a lamber e beijar seu corpo, e ela em estado de tranze apertava meu pau e com a outra mão me arranhava, a Virei com brutalidade e a pus de cara pra parede, ela instintivamente empinou o rabo ,que logo foi maltratado por minha boca Agora sedenta de fome, puxei sua tanga para o lado e atolei minha lingua em seu Cu, o que eu ouvi foi um gemido tão qual a de uma lobã, conserteza alguem ouviu, e lambia seu rero e enfiafa em seu Cu minha lingua molhada e quente, meti o dedo em sua xota e ela gosou no mesmo instante, ela empinou o rabo e eu recebi seu mel em minha boca, ela rebolava muito enguanto gemia e gosava, forçava com a mão minha cabeça para que entrace Ainda mais em sua xota.
Quando parou de rebolar me suspendeu e me jogou ña parede, era sua vez.
Chopou Ainda melhor que da primeira vez
E eu não resistindo gosei em sua boca, ela sorveu tudo sem deixar gota alguma escapar de seus lábios, eu urrava e penetrava em sua boca , meu pau não desceu e ela em súbito não sei de onde apareceu com uma camisinha, encapou meu pau e sem que eu desencostace da parede veio de ré já sem a calcinha e se instalou no mastro, ela sabia o que fazia, me espremia contra a parede e gemia, rebolativa arrancava gemidos de prazer, eu a segurava pela cintura e a puxava em diraçao ão meu pau , forçando Ainda mais nosso encontro, que por sinal prodizia sons ouvidos a kilometros, ela anunciou outro goso, e almentando a velocidade gosou mais uma vez, foi tanto que quase caiu pois suas pernas bambearam, a segure e a empurrei em direção a uma expecia de mesinha, a fiz cicar em cima da mesa e continuei bombando sua xota, então em súbito estinto, soquei meu dedo em seu Cu, ela gemeu fundo e rebolou, foi fazendo envestidas em seu anos até por três dedos, algo que foi aceito com prazer, tirei o pau da xota , abaixei lubrifiquei seu Cu com a lingua até ela piscar e pedir para enterrar logo, Fiquei com o pau ña entrada a estigando um pouco mais, e fui empurrando, ela rebolava e aceitava a entrada em seu anus, gemia de prazer e pedia mais, empurrava com mais fome e ela recebia com mais sede, ela pediu para
Cavalgar, e foi prontamente obedecida, era a minha vez de aproveitar da mesa, sentei e ela veio logo sem perder tempo, foi ficando atoladinha e deu início a mais louca cavalgada que já realizei, sentava rebolando, mordia meu pau com seu Cu, então pediu para ir pró chão, prontamente aceito, novamente com sede sentou e me deixou nas nuvens, deu mais liberdade para seus movimentos e seu corpo fazio um pendulo no meu pau, aquilo me deixava tão louco que gozei e a puxei de uma vez para meu pau, ela gritou e amoleceu pois tbm gosou com aquilo e os dois amoleceram, quando eu relaxei um pouco pude perceber que não estava só, mas aviã olhos nos observando, mas essa eu deixo para um próximo conto.www.prazersecreto.com.br  temos mais de 2000 produtos sex shop 


mas Tenho que manter o proficional

 
E-mail= hotblack_2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário